Farmácias sendo bloqueadas WhatsApp. Entenda

Cresce os casos de números de WhatsApp de farmácias sendo banidos do aplicativo por estarem supostamente infringindo a política de privacidade na utilização do Whatsapp Business.

O WhatsApp Business é um produto do Facebook e sendo assim há regras da Política Comercial do WhatsApp e Política do WhatsApp Business que precisam ser observadas pelos usuários.

Primeiro é importante verificar se o usuário esta utilizando a versão WhatsApp Business e não a versão WhatsApp Messenger para fins comerciais. Há diferenças entre os dois.

Na utilização do aplicativo versão Business pode-se destacar os pontos principais de cuidados básicos:

  • Mantenha um perfil do WhatsApp Business com informações de contato do suporte ao cliente, incluindo um ou mais dos seguintes dados: endereço de e-mail, endereço de website ou número de telefone. Mantenha todas as informações corretas e atualizadas.
  • Você não deve se passar por outra empresa ou, de qualquer outra forma, enganar os clientes sobre a natureza de seus negócios.
  • Você só deve entrar em contato com usuários do WhatsApp se: (a) eles tiverem fornecido seus números de celular; e (b) se eles tiverem concordado em serem contatados por você via WhatsApp. Ao comunicar-se com os usuários, não confunda, não engane, não defraude, não envie spam e não os surpreenda.
  • Não envie mensagens promocionais, de publicidade ou marketing. É permitido responder a um usuário que contatar você diretamente como resultado de um anúncio veiculado em plataformas fora das conversas do WhatsApp, desde que esse anúncio não entre em conflito com a Política Comercial.
  • Você deve respeitar todas as solicitações (dentro e fora do WhatsApp) feitas por um usuário para bloquear, descontinuar ou que, de alguma outra forma, deseje não mais receber suas comunicações enviadas por meio do WhatsApp, inclusive removendo-o de sua lista de contatos.

ATENÇÃO: Outro ponto bastante importante a ser observado pelas farmácias é que no site do aplicativo na Politica Comercial do WhatsApp há informações relativas ao comércio de “drogas” que podem ser um dos motivos dos eventuais bloqueios:

Produtos ou serviços ilegais

Política: as empresas não podem fazer transações que envolvam operações ou permuta de produtos ou serviços ilegais.

Drogas recreativas, sujeitas a prescrição médica ou outras drogas

Política: as empresas não podem vender nem promover a venda de drogas ilegais, recreativas ou sujeitas a prescrição médica.

Exemplos:

 Drogas, incluindo maconha e produtos à base de maconha

 Acessórios para uso de drogas, como cachimbos e bongos

 Drogas sujeitas a prescrição médica.

Importante esclarecer que, a partir do momento em que o WhatsApp, através de aplicativo para comunicação via internet, permite a possibilidade de envio e recebimento de mensagens, ou seja, estabelece comunicação, não pode banir a conta registrada, com possível perda dos registros ali constantes, sem permitir ao usuário o direito de ampla defesa e contraditório.

Sendo obrigatória a observância dos direitos fundamentais entre os particulares, os quais, mesmo tendo isonomia entre si, sempre se subordinam aos comandos constitucionais.

Farmácias que já utilizam o aplicativo há anos, e que perderam da noite para o dia, dados confidenciais de seus contatos como endereços, telefones, e-mail e outros dados de relacionamento, podem entrar com liminar para a reativação do aplicativo e possível resgate desses dados.

Já houve caso semelhante no início do ano com a história do  Cacti-Nea™ .

A briga é grande novamente. Segue o baile.

 

Clique na imagem para acessar o inovador Clube das Fórmulas.

 

Deixe uma resposta

Contato

Descreva-nos a sua necessidade preenchendo o formulário abaixo. Responderemos seu chamado em até 24 horas.